Sair do país não é uma oportunidade que bate a porta de todos, mas ainda sim podemos encontrar-lá, seja por falta de grana, não poder levar família, amigos, emprego, estabilidade, sonhos na bagagem, decidir sair do Brasil pode ser uma das decisões mais importantes da sua e da vida de seus filhos. Então até que ponto vale a pena? Confira a seguir um dos porquês de eu ter tomado essa decisão.

Bom, eu era concursado, com certa “estabilidade”, um futuro, casa própria, carro, ganhava acima da média, e mesmo assim larguei tudo para ir morar na Europa.

Muitas pessoas podem achar que isso foi loucura, e não discordo delas, entendo porque pensam assim, eu também já pensei.

Para entender melhor, vamos exercitar um pouco a criatividade:

Imagine uma caverna, você e outras pessoas nasceram e cresceram acorrentados de frente para uma das paredes, em vocês tem um cabresto que os impede de olhar para os lados e a si próprios, só podem olhar para frente, para a parede.

Atrás de vocês tem uma fogueira, pessoas carregando objetos e animais passam entre a fogueira e vocês fazendo sombras na parede. Vocês só viram aquilo a vida toda, e aquelas sombras são a sua realidade, vocês não conhecem outra coisa.

Um dia você é desacorrentado por uma pessoa, que te vira diretamente para a fogueira, seus olhos queimam de dor! Você tenta voltar para a parede mas a pessoa o impede e te leva para fora da caverna, está um dia muito ensolarado e seus olhos queimam ainda mais, pois eles nunca viram a luz.

Após algum tempo você começa a se acostumar, a pessoa que te tirou da caverna diz que aquela é a realidade e você agradecido por ser apresentando a essa nova visão do mundo quer levar esse conhecimento às outras pessoas que estavam presas ao seu lado.

Porém, ao voltar para a caverna, seus olhos agora desacostumados com a escuridão, não enxergam quase nada, você chega até seus “irmãos” de parede e tenta tirá-los de lá, os virando para o fogo.

Eles imediatamente se revoltam com a dor que está lhes causando, percebendo também que você não está enxergando direito, julgam imediatamente que foi punido por ter escapado da parede e te atacam com muita agressividade!

Você não tem outra escolha a não ser deixá-los e voltar sozinho para a luz.

Essa metáfora se chama “Alegoria da Caverna”, e foi imaginada por Platão para tentar entender como ficamos presos em nossas bolhas de realidade e como o conhecimento pode nos machucar a ponto querermos o ignorar ou até fugir dele.

E por que saí do Brasil?

Em 2006 eu saí da tal “caverna” e fui para Europa, mas não aguentei 6 meses e voltei para o Brasil. Consegui um emprego público e a vida que comentei lá em cima.
Mas aquela experiência ficou martelando na minha cabeça.
Como podem as coisas serem assim aqui e lá tão diferentes?
Foi então que depois de 9 anos resolvi ir novamente para Europa, onde moro até hoje e não pretendo voltar mais.

Moral da história

Temos que buscar parâmetros, temos só uma vida, mas muitas escolhas, então escolha o que tem de melhor para viver essa vida, mesmo que seus olhos queimem no começo!

Questione, experimente, conheça, expanda sua consciência de mundo, não se apegue e nem se limite a realidades que acredita serem únicas. Busque, saia, queime.

Viva.


Voltar

Anúncios

Um comentário em “Por que saí do Brasil?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.